sábado , 18 de maio 2024

Sindicato conquista nova Convenção Coletiva do setor de cerâmicas e refratários

Depois de um intenso processo de negociação coletiva e várias tentativas de acordo, o SintraMog fechou a nova Convenção Coletiva dos trabalhadores e trabalhadoras do setor de cerâmicas e refratários. Além dos reajustes, foram garantidos todos os direitos e benefícios.

Confira nova tabela de valores dos salários e benefícios:

7,19% DE REAJUSTE NOS SALÁRIOS

As empresas que não efetuaram o
adiantamento do reajuste deverão
pagar de forma retroativa a 1.º de
outubro de 2022.

 

SALÁRIO
NORMATIVO

Cerâmica vermelha:
R$ 1.892,68/MÊS

Cerâmica branca:
R$ 2.067,28/MÊS

REFEIÇÃO

Cesta Básica ou VA a título de assiduidade,
segundo opção dos trabalhadores:
– Vale Alimentação (VA) de R$ 240,00.
– OU Cesta Básica na composição referida na
Convenção Coletiva de trabalho.
Obs. As empresas que fornecem refeição
estão isentas em pagar o VA e a Cesta.

PLR

– Cerâmica branca: R$ 1.055,72, em duas parcelas de R$ 527,86: na folha de
pagamento de março de 2023 e na folha de pagamento de setembro de 2023.
– Cerâmica vermelha: R$ 400,24, em duas parcelas de R$ 200,12: na folha de
pagamento de março 2023 e na folha de pagamento de setembro 2023.

PLR adicional para cerâmicas vermelhas

– R$ 223,92 a titulo de absenteísmo em duas parcelas de R$ 111,96 a serem pagas
nas respectivas datas da PLR original, pagos nas seguintes condições: A) sem faltas no
semestre anterior R$ 111,96; B) 01 falta no semestre anterior R$ 83,97; C) 02 faltas
no semestre anterior R$ 55,98; D) 03 faltas no semestre anterior R$ 27,99.

 

OPOSIÇÃO À CONTRIBUIÇÃO NEGOCIAL LABORAL
Fica garantido o prazo de 10 dias após a assinatura do instrumento coletivo que deverá ser feito em 2 vias e apresentado pessoalmente até o dia 02 de dezembro, na sede ou subsede do Sindicato, no horário das 8h30 às 17h30, em dias úteis.

 

 

Confira também

Móveis e marcenaria: Sindicato conquista reajuste de 10,12% nos salários. Benefícios também foram reajustados

Já está valendo o novo piso salarial dos trabalhadores e trabalhadores nos setores de móveis …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *