sábado , 18 de maio 2024

Histórico

Fundado em 1956 no município de Mogi das Cruzes como “ Associação Profissional dos Trabalhadores na Indústria de Olaria e de Cerâmica para Construção de Mogi das Cruzes” por um grupo de trabalhadores representantes da categoria em diversas empresas da região.

Os trabalhadores na Indústria de Cerâmica para Construção de Mogi das Cruzes, em atenção ao convite formulado por uma comissão dos citados trabalhadores, publicados no jornal “ Folha de Mogi” do dia 19 de março do mesmo ano, reuniram-se, a fim de, conforme ao termo do convite deliberarem sobre a conveniência de fundar uma associação de classe. A hora aprazada, achando-se presente setenta e três (73) operários, na rua Jose Bonifácio nº 97, na cidade de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo, o senhor Jose Rodrigues, líder do movimento em foco, assume a direção da Assembléia e dando por instalada a sessão, discursou a utilidade de se fundar uma associação para a defesa e coordenação dos direitos dos trabalhadores na Indústria de Cerâmica para Construção.

Terminando solicitou a casa a indicação de companheiros para constituírem a mesa da sessão.Para secretariar os trabalhos foi indicado o operário Manoel Benedito de Lima, e como a ordem do dia tinha de ser submetida a votação pelo escrutínio secreto foram indicados para escrutinadores os senhores Julio Severo Dutra e Geraldo Cardoso.

O senhor João Puertas propõe a inclusão da categoria dos trabalhadores na Indústria de Olaria no âmbito representativo da Associação, sendo aceita por todos os presentes, dessa forma a associação foi alterada para “ Associação Profissional dos Trabalhadores nas Indústrias de Olaria e de Cerâmica para Construção de Mogi das Cruzes”.

Foi deliberado a proposta de dez cruzeiros (Cr$10,00) como mensalidade associativa.

Os indicados e eleitos através da votação escrutínio foram:

  • Presidente: Jose Rodrigues
  • 1º Secretário: Manoel Benedito de Lima
  • 2º Secretário: Antonio Nunes de Carvalho
  • 1º Tesoureiro: Zeferino Vaisseto
  • 2º Tesoureiro: João Puertas
  • Conselho Fiscal: Julio Severo Dutra
  • Conselho Fiscal: Geraldo Cardoso de Oliveira
  • Conselho Fiscal: Sebastião dos Santos

Em 22 de agosto de 1958 essa associação passou a ser denominado como “ Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Olaria e de Cerâmica para Construção de Mogi das Cruzes”, com sua representatividade nas categorias profissionais com base territorial em Mogi das Cruzes.

Em 18 de agosto de 1960 além de Mogi das Cruzes foi concedida a extensão de base territorial aos municípios de Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetubá, Guararema e Santa Isabel, cujo ato concessório foi publicado nesta data.

Em 01 de julho de 1962, foi deferido o pedido ao Sindicato para estender sua representação a todas as categorias profissionais integrantes do 3º grupo – trabalhadores nas indústrias da construção e do mobiliário – do plano da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias, do quadro de atividades e profissões a que se refere o Artº 577 da C.L.T. passando a entidade a ter a denominação de “ Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Mogi das Cruzes”.

Em 1986, o Sindicato filiou-se, à CUT, Central Única dos Trabalhadores.

Atualmente o Sindicato conta com 31 diretores, sendo distribuídos em: Presidência; Secretaria Geral; Secretaria de Administração, Finanças e Informática; Secretaria de Assuntos Jurídicos; Secretaria de Imprensa e Comunicação; Secretaria de Formação; Secretaria de Saúde e Segurança do Trabalho; Conselho Fiscal; Suplentes do Conselho Fiscal; Conselho de Representantes; Suplentes do Conselho de Representantes e Corpo de Suplentes.Diretores empossados de 01/01/2005 a 31/12/2008.